ERGONOMIA

 

O Diretor Técnico do INSAT, como membro da Associação Internacional de Ergonomia e professor da International School of Ergonomics of Posture and Movementes , utiliza sua experiência internacional na aplicação de metodologias ergonômicas para avaliação de postos de trabalho. Assim, além de cumprir uma legislação específica do MTE chamada "NR-17 Ergonomia", a avaliação ergonômica proporciona um perfeito conhecimento das condições de trabalho e as recomendações de melhorias frente às inadequações eventualmente existentes. Um posto de trabalho ergonomicamente adequado aumenta a satisfação do trabalhador e consequentemente aumenta a produtividade, evita acidentes e doenças profissionais. De acordo com a NR-17 "cabe ao empregador realizar a análise ergonômica do trabalho", dentro do estabelecido pela legislação.

Avaliação ergonômica dos postos de trabalho

Muito mais abrangente do que se possa imaginar, os cuidados com a montagem ou reformulação do posto de trabalho devem levar em consideração a questão do ambiente como um todo e, muito particularmente, adaptação da máquina ao homem.
Ergonomia é um ponto fundamental na avaliação das constantes mudanças internas de cada empresa. Gerenciar diferenças pessoais, a partir de cada atividade ou de cada ser humano é, no mínimo, muito aconselhável. A ergonomia leva em consideração o local de trabalho por inteiro, mas há de se questionar as particularidades de cada função, das pessoas e, principalmente, do tempo de permanência e movimentos que cada função exige

Objetivo: Implantação de um programa de avaliação ergonômica para atender as necessidades da NR-17 da portaria 3751 de 23/11/90, MR, visando também as características psicofisiológicas dos trabalhadores, com descrições das condições de trabalho e cronograma de ações compatíveis para a redução do risco (NR 17.1.2.)..

A metodologia de trabalho para execução do laudo é dividida na etapa de coleta que inclui: entrevistas, questionários, “check list”, observações “in loco”, fotos dos postos de trabalho, e análise que inclui os métodos de antropometria, OCRA, OWAS, RULA, REBA, Sue Rodgers, NIOSH, Moore & Garg, conforme necessidade quantitativa de cada posto ou função

Programa INSAT de Ginástica Laboral

Ginástica Laboral, como uma das conseqüências da avaliação ergonômica do trabalho, consta de exercícios físicos / lúdicos / educativos objetivando o bem estar e promoção da saúde do trabalhador. Compreende uma série de exercícios musculares, específicos e diferenciados entre atividades administrativas e operacionais, realizados sob orientação de profissionais especializados, durante poucos minutos (8 à 12) diários, nos próprios locais de trabalho.